PLANOS DE SAÚDE x CORONAVÍRUS

Está bem difícil acompanhar as mudanças que o coronavírus está fazendo no nosso dia a dia, principalmente quanto ao que os planos de saúde estão decidindo sobre isso, não é? Não sabemos que há cobertura ou não, se tal exame está dentro do plano, se tal tratamento será aceito para reembolso. 

Enfim, o coronavírus está alterando a realidade de muitos, afetando o local de trabalho, a maneira como nós saímos na rua, como fazemos compras. Por isso, muitas perguntas enviadas para nós pelo whatsapp ou e-mail tem sido justamente sobre esse novo vírus.

Então, decidimos fazer um pequeno tutorial sobre “o que você precisa saber sobre o coronavírus em relação ao seu plano de saúde”

E você pode conferir abaixo:

  • LIBERAÇÃO IMEDIATA DE COBERTURA PARA ATENDIMENTO E TRATAMENTO DE SEGURADOS COM SUSPEITA DE INFECÇÃO PELO CORONA

Recente notícia trouxe a informação que a mortalidade em UTIs públicas para o coronavírus é o dobro de hospitais privados. Portanto, é visível que um plano de saúde particular pode salvar sua vida, em tempos de coronavírus. 

Mas como ficam aquelas pessoas que estão no prazo de carência de 180 dias do plano de saúde? 

Neste sentido, em recente decisão da Justiça Estadual de São Paulo, o juiz Fábio de Souza Pimenta, determinou a liberação IMEDIATA da cobertura para tratamento prescrito em favor de todos segurados portadores ou com suspeita de coronavírus, INDEPENDENTEMENTE do cumprimento do prazo de carência de 180 dias.  

Agora, se você quiser ler a decisão, ela está neste link

 

  • SEGURADO NÃO TERÁ DIREITO A ISENÇÃO DO PAGAMENTO DO PLANO DE SAÚDE DURANTE A PANDEMIA

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) tentou obter isenção, aos segurados, do plano de saúde durante a pandemia do coronavírus, mas não obteve sucesso.

Portanto, infelizmente, o consumidor (segurado) que não pagar o plano de saúde poderá, após 60 dias de atraso, perder a assistência médica. As principais operadoras recusaram, alegando que isso colocaria a cadeia “em risco”.

 

  • INCLUÍDO EXAME PARA DETECÇÃO DE CORONAVÍRUS NO ROL DE PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS DA ANS

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou em março a inclusão do exame para detecção do coronavírus no rol de procedimentos obrigatórios para beneficiários de planos de saúde. 

Ainda, a ANS incluiu outros seis exames que auxiliam no diagnóstico e tratamento do novo coronavírus na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde:

  • Dímero D: Exame fundamental para diagnóstico e acompanhamento de quadro trombótico e tem papel importante na avaliação prognóstica na evolução dos pacientes com coronavírus;

  • Procalcitonina: Procedimento recomendado para pacientes graves com coronavírus, auxiliando na distinção entre situações de maior severidade e quadros mais brandos;

  • Pesquisa rápida para influenza A e B e PCR em tempo real para os vírus Influenza A e B: Testes indicados para diagnóstico da Influenza, que também pode causar a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARs);

  • Pesquisa rápida para vírus Sincicial Respiratório e PCR em tempo real para vírus Sincicial Respiratório: Testes indicados para diagnóstico da infecção pelo VSR, que afeta muito crianças com infecção viral grave respiratória.

 

  • NÃO É NECESSÁRIO ESTAR INTERNADO PARA TER DIREITO AO EXAME

Quando há suspeita ou probabilidade de contaminação pelo vírus, a previsão de cobertura pode ser feita sem que o paciente necessite estar internado.

Neste sentido, pode ser caracterizada como prática abusiva a negativa de cobertura pelo plano de saúde sob o argumento de que o consumidor (segurado) não está internado. Ainda, é importante lembrar que deve ser solicitado apenas a requisição justificada do médico que acompanha o paciente. 

 

  • OS PLANOS PODEM REAJUSTAR OS PREÇOS NA PANDEMIA? HÁ DISCUSSÃO.

O Projeto de Lei 1542/20, do Senador Eduardo Braga, que atualmente está tramitando na Câmara dos Deputados, visa a suspensão por 120 dias do reajuste anual dos medicamentos e planos de saúde privados. 

No entanto, essa suspensão do reajuste anual ainda não está em vigor, portanto pode ser que o seu plano de saúde altere os valores como nos outros anos.

 

O Isenta.app ajuda você

E aí, você tem alguma outra dúvida sobre seu plano de saúde versus coronavírus? 

Mande seu comentário ou dúvida para nós. Talvez possamos lhe ajudar =)

Cuide-se e, se possível, #fiqueemcasa

myLandbot.on('fbLandbot',function(data){ fbq(data.args); });