O que é e como fazer a Revisão do Benefício da Vida Toda?

Esse revisão também pode ser chamada de Revisão do Benefício da Vida Toda ou da Vida Inteira. É uma tese revisional que pode reajustar e, possivelmente, aumentar o valor da sua aposentadoria!

Como funciona a revisão?

Os trabalhadores aposentados após 1999 não puderam computar em seu benefício os salários de contribuição anteriores a 1994. Isto porque o INSS descartou do cálculo salários anteriores de 07/1994 até a data do requerimento. Ou seja, descartou todos os anteriores, mesmo que mais vantajosos.

Pela nova tese, pode-se adicionar todos os salários de contribuição da vida do segurado, inclusive os anteriores a 07/1994, e não somente os posteriores a julho de 1994.

Assim, a grande diferença é que os aposentados podem incluir todas as contribuições feitas ao longo da vida. E não somente posteriores a julho de 1994. Consequentemente, poderá ter o valor da aposentadoria corrigido.

Portanto, com a Revisão da Vida Toda pode-se incluir contribuições realizadas antes de 07/1994. Essa situação pode melhorar o valor da aposentadoria e buscar valores em atraso.

Quem tem direito ao Benefício da Revisão da Vida Toda?

Os segurados que se aposentaram depois de 26/11/1999 e possuíam salários de contribuições altos anteriores a 07/1994.

Contudo, apenas benefícios concedidos antes da Reforma da Previdência podem ser revisados. Isso porque a Emenda Constitucional 103/2019 alterou as regras de cálculos anteriores.

Desse modo, após 12/1999 e antes da Reforma da Previdência, têm direito, todos segurados que recebem: aposentadoria por tempo de contribuição, idade, especial ou por invalidez e pensão por morte.

Prazo do ingresso da ação:

Para entrar com a ação de Revisão da Vida Toda temos o prazo de 10 anos após a concessão do benefício.

O direito de receber as diferenças (atrasados) é dos últimos 5 anos, contados do ajuizamento da ação.

 

Documentos necessários para entrar com o processo do Benefício da Revisão da Vida Toda:

– Carta de concessão do benefício;

– CNIS, documento que traz a relação de todas as contribuições vertidas ao INSS;

– Extrato do benefício recebido atualmente;

– Memória de cálculo.

Esses documentos podem ser obtidos no site do “MEU INSS” (clique aqui).

A Revisão da Vida Toda pode aumentar o valor da renda de muitos segurados aposentados e pensionistas do INSS que se encaixam nos requisitos para o reajuste. Entretanto, importante procurar um advogado especializado na área para ingressar com a ação.

 

Como fazer o pedido?

A tese não é pacífica, pois pende recurso no Supremo Tribunal Federal. Todos os processos de Revisão para a Vida Toda estão suspensos até que o STF julgue o recurso do INSS que trata sobre o tema.

Mas então por que é importante ingressar tão logo com a ação judicial? Porque o quanto antes entrar com a ação, maior o período de revisão. Essa suspensão não impede o ingresso das ações na justiça.

 

E como o Isenta.app pode lhe ajudar?

O isenta.app pode lhe ajudar a conseguir a isenção de imposto de renda! Cadastre-se na nossa plataforma e nos encaminhe o seu laudo médico.

Ainda, se você for aposentado por invalidez e necessita de cuidados diários, confira nosso post sobre o acréscimo de 25% na aposentadoria.

Se houver qualquer dúvida, entre em contato conosco!

 

myLandbot.on('fbLandbot',function(data){ fbq(data.args); });