Como prevenir o câncer de mama?

No Brasil, a estimativa de novos casos foi de 66.280 nesse ano e, conforme aponta o Instituto Nacional Câncer, esse valor representa uma taxa de incidência de 43,74 casos por 100.000 mulheres.

Conforme o Instituto Nacional do Câncer, o câncer de mama ocorre, basicamente, pela multiplicação desordenada de células anormais formando um tumor. Então, pode se desenvolver de forma rápida ou mais lenta.

Por isso, o quanto mais cedo for o diagnóstico, mais fácil será o tratamento e maiores as chances de cura!

Ainda, vale lembrar que o tratamento é oferecido, inclusive, pelo SUS.

O câncer de mama é a neoplasia maligna que mais acomete mulheres no país. Então, nada mais importante que realizar o autocuidado, exames, estar em dia com a nossa saúde e buscar nossos direitos!

Agora, como prevenir o câncer de mama?

Algumas atividades simples podem nos ajudar com a prevenção do câncer de mama e melhorar o bem-estar da nossa vida! Por isso, busque:

  1. Praticar atividades físicas, como nadar, fazer yoga ou fazer exercício físico;
  2. Alimentar-se de forma saudável;
  3. Manter o peso corporal adequado;
  4. Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  5. Amamentar (se tiver filhos);
  6. Evitar uso de hormônios sintéticos durante muito tempo, como anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal;
  7. E realizar o autocuidado!

Ainda, conforme o INCA, com a adoção desses hábitos saudáveis, cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados!

Quais são os sinais e sintomas do câncer de mama?

Importante ressaltar que esses sinais devem ser investigados junto a um médico para que ele avalie a possibilidade de se tratar de câncer de mama. Portanto, no dia a dia, devemos atentar a:

  • Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença e está presente em cerca de 90% dos casos quando a própria mulher percebe o câncer;

  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

  • Alterações no bico do peito (mamilo);

  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço;

  • Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

Como podemos perceber os sinais e sintomas da doença?

Todas mulheres, independente da idade, podem realizar o autocuidado e o autoexame! Assim, quando se sentir confortável, sinta suas mamas no dia a dia para reconhecer as variações naturais e as alterações suspeitas. Então, se as alterações persistirem, busque atendimento médico e ajuda de um profissional da saúde! 

Atenção: Qualquer caroço na mama em mulheres com mais de 50 anos deve ser investigado. Ou, em mulheres mais jovens, qualquer caroço deve ser investigado se persistir por mais de um ciclo menstrual. 

Essas informações estão na Cartilha “Câncer de Mama: vamos falar sobre isso?” disponibilizada pelo Instituto Nacional do Câncer. Clique aqui para acessar.

Vale lembrar que o câncer de mama está na lista das doenças que concedem a isenção do Imposto de Renda sobre os proventos da aposentadoria, pensão ou reforma! Portanto, se você é aposentada, pensionista ou militar da reserva e teve, ou tem, câncer de mama, terá direito a isenção de Imposto de Renda sob os proventos da sua aposentadoria, pensão ou reforma, além dos eventuais valores retroativos!

Realize o autocuidado e busque seus direitos, estamos juntas!

 

Como o isenta.app pode ajudar?

Nosso trabalho está comprometido a garantir a isenção de Imposto de Renda sobre os proventos da aposentadoria/pensão/reforma para beneficiários com doenças graves. Então, podemos lhe ajudar a pedir a sua isenção!

Cuide-se e, se possível, #fiqueemcasa

myLandbot.on('fbLandbot',function(data){ fbq(data.args); });